Banner
Sábado, 20 de Dezembro de 2014 - 14:57
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


Famoso por “chamar” chuva e prever tragédias, homem que se diz profeta vem a MS

Data da publicação: 11/03/2014 à00 08:10


 
David Owuor em uma de suas conferências. (Foto: Site Profeta da Chuva)David Owuor em uma de suas conferências. (Foto: Site Profeta da Chuva)

Pelo menos 50 igrejas de Campo Grande se uniram para promover, este mês, o que pode vir a ser o maior evento evangélico gratuito de Mato Grosso do Sul: a “Conferência de Arrependimento e Santidade – A preparação para a vinda do Messias”, marcada para os dias 25 e 26 de março, no Parque das Nações Indígenas.

Teria tudo para ser um encontro comum, não fosse a presença confirmada de um visitante considerado ilustre pelos fiéis, que estará pela primeira vez no Brasil: David Owuor, mais conhecido com o Profeta da Chuva, um queniano que teria largado a carreira de cientista médico para pregar o evangelho.

Na Capital, à frente da organização e na função de coordenador, pastor Gladiston Amorim, 51 anos, o Dinho, do Ministério Atos de Justiça, anuncia David como “um grande homem de Deus na terra”. “Em nível de ofício profético talvez não exista outro”, afirmou.

O Profeta do Quênia, explicou, ficou famoso por “prever” grandes tragédias, como os furações Katrina e Irene, que destruiu parte dos Estados Unidos, além do terremoto que, em 2010, devastou o Haiti, isso sem citar outras catástrofes mundiais que, de acordo com ele, teriam sido anunciadas – e registradas - com bastante antecedência.

Mas o homem de barba comprida, aclamado por multidões, também prega coisas boas, diz Gladiston. “Em 2012, Deus mostrou para ele que estava criando um planeta. Falou que, em breve, os homens teriam conhecimento e dariam notícias. Dois meses depois uma universidade americana descobriu o planeta diamante. Tudo isso está documentado. Se Deus fala com ele de madrugada, na manhã seguinte ele já publica em uma rádio, a "Jesus is Lord”.

 
Profeta é aclamado por multidões. Profeta é aclamado por multidões.

Além das calamidades, Owour, prosseguiu, é conhecido, também, pelos milagres operados em paralíticos, cegos, surdos mudos, leprosos, portadores de HIV e por aí vai. “É muito usado”, comentou. Os feitos não terminam aqui. O ex-cientista, que sempre aparece de roupas brancas, não leva o título de Profeta da Chuva à toa, salienta.

“Em alguns eventos ele orou para chover e choveu. O mais conhecido foi em 2011, na Nigéria. Dez dias antes de uma conferência que faria, David começou a noticiar que haveria uma chuva na data. Ele registrou isso. Gravou em uma rádio local e colocou no Youtube. Era um período de seca. No dia da conferência foi uma grande multidão e, durante o evento, com sol escaldante e céu brilhante, choveu forte por mais de uma hora”.

Nas palavras do pastor, o queniano é como Jonas, o profeta que, segundo a Bíblia, se “escondeu” no ventre de um grande peixe, mas, no final, teve de obedecer à vontade divina. “Ele tentou fugir, mas não teve jeito. Largou a carreira de cientista para cumprir o ofício”, afirmou.

A viagem ao Brasil, diz o coordenador, será bancada pelo próprio David. “Ele paga a despesa dele e da equipe. Não recebe oferta e não cobra nada, porque tem uma mensagem para entregar. Ele paga para trazer essa mensagem”, explicou.

A primeira conferência de Owuor, no país, acontecerá no Rio de Janeiro. Em seguida, o queniano se apresenta em São Paulo. Campo Grande é seu último destino.

 
Em Campo Grande, conferência do Profeta da Chuva será realizada no Parque das Nações Indígenas.Em Campo Grande, conferência do Profeta da Chuva será realizada no Parque das Nações Indígenas.

Na Capital, a expectativa é grande. “Eu estava imaginando de 10 a 30 mil pessoas, mas nossos companheiros de organização já falam em mais de 50 mil. Acredito que possa ser o maior evento evangélico aqui”, disse, ao comentar que a divulgação, na TV, começou há duas semanas.

Cronograma – A agenda do Profeta da Chuva, em Campo Grande, será apertada. Ele vai se apresentar ao público nos dois dias (25 e 26 de março), por três horas seguidas. Ainda terá reuniões com pastores, de várias regiões da cidade, do interior, de outros estados e países.

Confira a programação:

Dia 25 de março
- 14h – Adoração e intercessão aberta ao público (apresentação de bandas de louvores)
- 19h – Ministração com David Owuor

Dia 26 de março
- 9h – Reunião com pastores
- 14h – Adoração e intercessão aberta ao público (apresentação de bandas de louvores)
- 19h – Ministração com David Owuor


Busca
Entrevistas
XUXA afirma que seu amor por Juno vem de outras vidas

XUXA afirma que seu amor por Juno vem de outras vidas