Banner
Segunda, 25 de Setembro de 2017 - 12:56
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
UNIVERSIDAD CENTRAL DEL PARAGUAY

Notícias


Servidor ameaçou explodir secretaria para abonar falta por ter ido a retiro espiritual

Data da publicação: 19/04/2017 à00 10:16


Ele vai responder as acusações em liberdade

Midiamax
 
 
Servidor contou aos policiais que passou a noite bebendo e usando drogas (divulgação)Servidor contou aos policiais que passou a noite bebendo e usando drogas (divulgação)

O servidor de 37 anos que ameaçou explodir a sede da SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização) na verdade só queria chamar a atenção para duas faltas que não foram abonadas pela secretaria. Ele foi preso horas depois de causar escândalo com fios amarrados no corpo, na manhã desta terça-feira (18), na casa onde mora, no Jardim Noroeste e declarou aos policiais que sofre de bipolaridade. Apesar de ter assustado muita gente pela manhã, ele só tinha fios amarrados no corpo e não carregava nenhuma bomba.

Ele presta depoimento nesta tarde na 3ª Delegacia de Polícia Civil em Campo Grande. Aos policiais, o servidor explicou que estava "revoltado" porque viajou, durante dois dias, para o interior do Estado, para participar de um retiro da religião que pratica, que ele declarou ser a Quimbanda. A revolta do servidor é porque ele alega que outros servidores – adventistas – também faltaram e conseguiram justificar a ausência.

Passou a noite bebendo e usando drogas

O servidor já foi preso duas vezes e responde a dois processos, em um deles, é identificado como "El Diablo". Ele relatou à polícia que passou a noite "bebendo, usando maconha e pasta base de cocaína". As substâncias foram apreendidas na casa dele, além de facões e outros objetos. Após a ‘noitada’ ele foi à secretaria por volta das 7h30, onde fez ameaças para tentar dialogar com o secretário da pasta. Delegado da 3ª DP, Geraldo Marin explicou que ele foi preso por policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) e será liberado ainda hoje. O servidor vai responder por ameaça e porte de drogas para consumo, além de responder um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

Está sendo ouvido na delegacia, vai responder por ameaça, porte de drogas para o consumo e um TCO e será liberado. Já tinha passagem por ameaça e por perturbação e disse que é bipolar.

 

Busca
Último evento
Entrevistas