Banner
Domingo, 19 de Novembro de 2017 - 03:45
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
UCP 2018

Notícias


Medicina no Paraguai: Tri Campeão mundial de jiu-jitsu se afasta do tatame e aceita novo desafio

Data da publicação: 22/06/2017 à00 11:45


Medicina no Paraguai: Tri Campeão mundial de jiu-jitsu se afasta do tatame e aceita novo desafio

Após conquistar vários títulos com as faixas pretas, marrom e roxa, o desafio agora é adquirir o jaleco branco.

 

Por: Dhiego Conrado

 

Não é de hoje que o esporte transforma pessoas e suas vidas, histórias de superação e vitórias sempre soam como exemplos a quem procura motivos para vencer ou buscam heróis na vida real para se espelhar. Com Adailton Pereira de Brito, o “Michel” como é conhecido nos tatames não foi diferente. Quando criança aos 06 anos sofria bullying por parte de garotos maiores de sua escola, quase todos os dias era perseguido e envolvia-se em uma briga. “O pior de tudo é que além desses garotos levarem minhas sandálias ou qualquer outra coisa que eu tinha eu brigava e apanhava na rua, ao chegar em casa eu apanhava de novo por ter perdido os meus pertences e por ter apanhado”, nos conta dando risadas.

Após esses episódios repetirem-se por diversas vezes Michel pediu a sua mãe que o matriculasse em uma escola de Judô. “Minha mãe era uma pessoa que não era a favor de violência, e por ser pacífica não quis me inscrever, alegando que isso era apologia à agressividade”, nos diz com brilho nos olhos de admiração por mãe.

Munido de indignação e movido pela emoção, o pequeno Michel teve uma ideia que somente “moleque travesso” tem, “Decidi me matricular escondido de minha mãe e do meu pai, fui até a chácara dos meus avós e comecei a recolher manga e vender para frutarias e mercearias da cidade. Com o dinheiro das vendas consegui pagar um ano de escola de Judô”, nos diz.

Perguntamos a Michel por quanto tempo ele conseguiu manter em segredo a escola de Judô. “Durou alguns meses, eu ia para as aulas de Judô enquanto minha mãe dormia, ela nunca desconfiou. Só descobriu porque eu comecei a me envolver em muitas brigas de moleque, muitas mães passaram a ir até minha casa para reclamar, afirmavam que seus filhos apanhavam na rua e eu era o culpado. Minha mãe muito desconfiada queria saber como eu tinha aprendido a me defender, foi quando ela mexendo em meu quarto encontrou um quimono de Judô” conta-nos rindo.

Logo em seguida aos 09 anos, destacando-se em competições conheceu o Jiu-Jitsu, onde aprimorou a disciplina e desenvolveu técnicas, deixando de lado as brigas de criança e dedicando-se ao esporte. Foi dessa maneira que iniciou-se a trajetória vitoriosa deste atleta. O que no início era apenas para defender-se, tornou-se profissão a qual tamanha dedicação o recompensou com três títulos de campeão mundial de jiu-jitsu.

Nascido e criado em Montes Claros, município de Minas Gerais viajou o mundo ministrando palestras sobre a modalidade a qual competia e sobre os títulos mundiais conquistados. Aos 26 anos tornou-se empresário no seguimento de academias, possuindo lojas no Brasil, Argentina e Rússia. Em uma de suas viagens de negócios para a Rússia, onde possui a academia Gracie Barra, encontrou um primo que estava cursando medicina em Pedro Juan Caballero-PY, despertando em Michel o interesse em ser médico. “Conversei com meu primo e me interessei muito, decidi chegar da Rússia e ir direto ao Paraguai”. Chegando em Pedro Juan visitei as faculdades, mas a que mais me chamou a atenção foi a Universidad Central del Paraguay (UCP), pela metodologia de ensino, os laboratórios de última geração, o investimento em estrutura, a interação dos professores e alunos, ou seja, é o que me agradou e foi decisivo para minha escolha. Hoje estou indo para o 2º ano do curso de medicina, muito feliz pelos meus feitos, ou seja, uma nova fase inicia-se em minha vida, novas lutas e novas conquistas, vou cuidar e salvar vidas”. Conclui Michel.

 Informações sobre Medina no Paraguai, entrar em contato pelo e-mail medicinakarlos@gmail.com ou +5567 99677-0757).

  • Medicina no Paraguai: Tri Campeão mundial de jiu-jitsu se afasta do tatame e aceita novo desafio
  • Medicina no Paraguai: Tri Campeão mundial de jiu-jitsu se afasta do tatame e aceita novo desafio
  • Medicina no Paraguai: Tri Campeão mundial de jiu-jitsu se afasta do tatame e aceita novo desafio

Busca
Último evento
Entrevistas