Banner
Segunda, 23 de Outubro de 2017 - 03:21
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
UCP 2018

Notícias


7 dicas para reduzir o lixo na cozinha por Cristal Muniz

Data da publicação: 11/10/2017 à00 08:06


Sacolas e garrafas plásticas, bandejas de isopor, papel toalha, papel alumínio, guardanapos, caixas cartonadas. Esses são só alguns dos lixos que produzimos todos os dias na cozinha – sem contar, os restos orgânicos, claro. A lista completa é quilométrica, mas não precisa ser. Pelo menos é o que afirma Cristal Muniz, criadora do site um ano sem lixo que, em 2015, se desafiou a zerar (ou ao menos reduzir drasticamente) a quantidade de lixo que produzia.

Três anos depois do início desta empreitada, Cristal estará no Casa Vogue Experience 2017 dividindo sua história e ensinando todos os presentes a ter um estilo de vida mais sustentável, e com muito menos lixo. Mas, como nenhuma mudança acontece da noite para o dia, adiantamos no site da Casa Vogue algumas das dicas da Cristal para reduzir o lixo especificamente na cozinha – o cômodo mais difícil de todos!

  1. Compre menos comida

Não precisa de uma planilha, mas recomende-se que você tire um tempo para pensar o quanto você cozinha e quantas refeições você de fato faz em casa. A conta é simples, comprando a quantidade certa você, automaticamente, joga muito menos comida e embalagens fora.

  1. Evite coisas embaladas

Dizer não para os industrializados e ultra processados – que quase sempre vem cheios de embalagens – é, segundo Cristal, um dos maiores desafios na hora diminuir a produção de lixo. Mesmo assim, está longe de ser uma missão impossível. Comprando a granel e guardando potes de vidro e saquinhos de pano para levar os grãos e farinhas para a sua casa, você vai tirar o desafio de letra!

  1. Leve sempre com você o trio: pote, guardanapo e copo

O truque simples pode te ajudar a evitar desperdícios diários que às vezes passam desapercebidos, como o de potes de sorvete ou de pratos e copos descartáveis, por exemplo. "Não acho que a culpa do desperdício é das pessoas, afinal é todo um sistema. Mas hoje me incomoda muito o uso único de itens de plásticos, como canudos ou copos. Em poucos minutos a gente usa e já descarta", comenta Cristal, lembrando que ter esses itens simples pode fazer toda a diferença.

  1. Substitua a esponja

No lugar das esponjas de limpeza tradicionais, Cristal recomenda o uso de buchas vegetais, escovas com cerdas vegetais, que funcionam da mesma forma e são orgânicas, ou seja, não poluem o planeta quando descartadas.

  1. Substitua o limpa-fogão por vinagre

Ao invés de comprar um ou mais itens de limpeza, você pode fazer uma mistura no fogão – sem utilizar nenhuma embalagem adicional e nenhum químico extra poluente. Basta polvilhar bicarbonato de sódio pela superfície, dar alguns sprays de vinagre e deixar agir por 5 minutos. Depois é só limpar com a bucha.

  1. Pare de usar descartáveis

No lugar do papel alumínio, do papel filme, da toalha de papel e do guardanapo de papel, Cristal recomenda guardanapos de pano, toalhas de pano, potes para guardar os restos de comida na geladeira e panelas 100% de metal que possam ir ao forno e à geladeira. O cada vez mais popular galão de água, ou mesmo as garrafas pets, também podem ser substituídas pelo tradicional filtro de barro.

  1. Tenha uma composteira doméstica

De todo o lixo que nós produzimos, mais da metade é aquele que chamamos de orgânico e que são conhecidos por não poderem ser reciclados. Mas isso não é inteiramente verdade. Cristal, por exemplo, tem em sua casa uma composteira doméstica, que nada mais é do que um recipiente preparado para transformar seu lixo em adubo e retorná-lo de forma sustentável para a natureza.

 
 
 
Fonte:Assessoria.

Busca
Último evento
Entrevistas