Banner
Terça, 16 de Outubro de 2018 - 02:10
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
UNIVERSIDAD CENTRAL DEL PARAGUAY

Notícias


Polícia prende grupo que torturou e matou homem rival do PCC

Data da publicação: 10/08/2018 à00 08:42


Barraco onde homem foi torturado e executado foi encontrado pela polícia - Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Dourados prendeu o grupo responsável por uma série de execuções por disputa de facções criminosas. O caso mais recente ocorreu no fim de julho, quando imagens da tortura e morte de Douglas Sarate de Moraes, de 18 anos, viralizaram no WhatsApp.

O primeiro preso foi Alisson de Brito, conhecido como Quati, detido na segunda-feira (6), durante a Operação Égide. Um menor de idade, que também teria participado da execução de Douglas, foi apreendido. No dia seguinte, Luiz Henrique de Paula, conhecido como Abacaxi, também foi preso pela polícia.

Os três são suspeitos de participar da execução de Douglas, que após participar de um grupo no WhatsApp, foi identificado como rival da facção Primeiro Comando da Capital (PCC). Assim, Douglas foi atraído pelos três indivíduos ligados ao PCC, amarrado, torturado e em seguida morto.

Na ocasião da prisão de Luiz Henrique foi identificado o barraco onde Douglas foi torturado e realizada a filmagem, localizado no Bairro Estrela Verá. Alisson é também um dos três autores de duas execuções ocorridas no dia 17 de julho, quando Getúlio Silva e Paulo Sérgio foram mortos, também com ligação à disputa entre facções criminosas.

 

Fonte:Assessoria


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas