Banner
Sábado, 17 de Novembro de 2018 - 23:06
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
ucpooo

Notícias


Após mulher recusar sexo, homem mata filho de seis meses com um tiro no peito

Data da publicação: 13/09/2018 à00 09:35


 

Um homem matou o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, com um tiro no peito, no município de Luziânia, em Goiás, por ter se irritado com a recusa da mulher para fazer sexo com ele. Maycon Salustiano, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime.

A criança chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

À polícia, Maycon afirmou que tinha intenção de transar com a mulher, mas ela não quis. Ao ser contrariado, ele foi para outro cômodo e pegou uma garrucha calibre 22 e ameaçou atirar no bebê, que estava no berço no quarto do casal. De acordo com a delegada Caroline Matos, responsável pelo caso, Maycon perguntou se a mãe da criança duvidava de que ele seria capaz de disparar. Ela pediu para o marido manter a calma, mas não adiantou. Após dar seu depoimento, a mulher foi liberada.

 

Fonte:Assessoria

Um homem matou o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, com um tiro no peito, no município de Luziânia, em Goiás, por ter se irritado com a recusa da mulher para fazer sexo com ele. Maycon Salustiano, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime.

A criança chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

À polícia, Maycon afirmou que tinha intenção de transar com a mulher, mas ela não quis. Ao ser contrariado, ele foi para outro cômodo e pegou uma garrucha calibre 22 e ameaçou atirar no bebê, que estava no berço no quarto do casal. De acordo com a delegada Caroline Matos, responsável pelo caso, Maycon perguntou se a mãe da criança duvidava de que ele seria capaz de disparar. Ela pediu para o marido manter a calma, mas não adiantou. Após dar seu depoimento, a mulher foi liberada.

Um homem matou o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, com um tiro no peito, no município de Luziânia, em Goiás, por ter se irritado com a recusa da mulher para fazer sexo com ele. Maycon Salustiano, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime.

A criança chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

À polícia, Maycon afirmou que tinha intenção de transar com a mulher, mas ela não quis. Ao ser contrariado, ele foi para outro cômodo e pegou uma garrucha calibre 22 e ameaçou atirar no bebê, que estava no berço no quarto do casal. De acordo com a delegada Caroline Matos, responsável pelo caso, Maycon perguntou se a mãe da criança duvidava de que ele seria capaz de disparar. Ela pediu para o marido manter a calma, mas não adiantou. Após dar seu depoimento, a mulher foi liberada.

 

Um homem matou o próprio filho, um bebê de 6 meses, na madrugada desta quarta-feira, com um tiro no peito, no município de Luziânia, em Goiás, por ter se irritado com a recusa da mulher para fazer sexo com ele. Maycon Salustiano, de 25 anos, foi preso em flagrante e confessou o crime.

A criança chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

À polícia, Maycon afirmou que tinha intenção de transar com a mulher, mas ela não quis. Ao ser contrariado, ele foi para outro cômodo e pegou uma garrucha calibre 22 e ameaçou atirar no bebê, que estava no berço no quarto do casal. De acordo com a delegada Caroline Matos, responsável pelo caso, Maycon perguntou se a mãe da criança duvidava de que ele seria capaz de disparar. Ela pediu para o marido manter a calma, mas não adiantou. Após dar seu depoimento, a mulher foi liberada.


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas