Banner
Quarta, 20 de Fevereiro de 2019 - 23:42
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


Pai e filho são assassinados após briga com vizinhos em Campo Grande

Data da publicação: 11/02/2019 à00 13:19


Segundo a Polícia Civil, Carlos havia comprado recentemente o terreno e levou o filho para ajudar a limpar a propriedade. Após capinarem o local, eles teriam colocado fogo no mato e restos de lixo que havia sobrado do terreno para concluir a limpeza. No entanto, o ato incomodou quatro homens que moravam em kitnets ao lado do lote e que teriam ido até o local reclamar com Carlos sobre a fumaça. Ainda conforme informações da polícia, todos começaram a discutir e um dos vizinhos, que ainda não teve a identidade divulgada, atirou em Carlos a queima roupa e em seguida no jovem que estava ao lado do pai. Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local mas as vítimas já estavam sem vida. Dos três homens que estavam no local junto com o atirador, dois fugiram em um veículo Celta, outro fugiu a pé e um continuou no local do crime. A polícia foi acionada e a residência de um deles estava com a porta aberta. Foi encontrado na casa 11 munições de calibre .38 e um celular, além dos documentos pessoais de um dos suspeitos. De acordo com relatos da perícia, Carlos tinha quatro perfurações, sendo uma no pescoço, clavícula direita, outra no ombro esquerdo e um na testa. Já o filho, Bruno, teve ferimentos no pescoço e duas perfurações na coxa esquerda. O corpo das vítimas foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol). Os veículos de Carlos e Bruno, um Fiat Siena e uma motocicleta Honda Titan foram entregues aos parentes da vítima. Testemunhas informaram que na manhã desta segunda-feira (11), vizinhos atearam fogo na residência do suspeito que matou pai e filho e o Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. Ainda segundo informações dos vizinhos, um dos suspeitos que estava no local chegou a ameaçar a criança que possivelmente estava no local. O caso será investigado pela Polícia Civil. Fonte:Assessoria

Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas