Banner
Sexta, 06 de Dezembro de 2019 - 12:54
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


Pátios do Detran de MS têm 10 mil veículos a mais do que no ano passado

Data da publicação: 12/08/2019 à00 09:36


O número de carros nos pátios do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) aumentou em 10 mil no período de um ano e quatro meses. Em abril de 2018, eram 42 mil veículos nos pátios do órgão em todo o Estado. Já em janeiro de 2019, o número era de cerca de 48,5 mil, sendo 19,5 mil só na Capital. Atualmente, são  52 mil nos pátios, ou seja, o número de veículos aumentou em 23% de abril do ano passado até este mês.

No começo deste ano, o Detran-MS credenciou duas empresas, a Autotran Transporte e Serviços Rodoviários Eireli e a AL Industrial Ltda., em Campo Grande, para guardar os veículos acumulados e desafogar a sede, que já estava com 80% do espaço cheio. Todos os veículos apreendidos desde 15 de março são levados para os pátios credenciados.

SOLUÇÃO

Conforme a assessoria do órgão, a única maneira de dar um destino final aos automotores é por meio de leilão. Por este motivo, no dia 2 deste mês, o Diário Oficial do Estado publicou dois editais para o certame, sendo um para veículos de circulação e outro para lotes de sucatas, dentro da Operação Limpa Pátio. Ambos começaram no dia 5, às 10h, e chegarão ao fim no dia 19, às 17h.

O período para visitar os 134 veículos em condições de circulação que serão leiloados acabou na sexta-feira (9). Destes, 121 eram motocicletas e 13 automóveis, além de 13 toneladas de sucata, que também entram no leilão. Após a compra, o veículo sai sem dívidas e pronto para a transferência. Por exemplo, um carro que custa R$ 50 mil tem lances no leilão a partir de R$ 5 mil. O certame on-line ocorre pelo portal Canal de Leilões (https://www.canaldeleiloes.com).

Pessoas físicas e jurídicas podem participar do pregão de circulação, já o de sucatas é destinado apenas a pessoas jurídicas. Os lotes de materiais descartáveis poderão ser arrematados de acordo com as normas do edital por empresas que atestem as exigências de comprovação do ramo de atividade de reciclagem siderúrgica. Os veículos para circulação podem ser arrematados por qualquer pessoa física, de acordo com as especificações do edital.

A previsão é de que até o fim deste mês mais dois leilões sejam feitos, sendo um para veículos de circulação e outro para sucatas. Além disso, até o fim do ano, mais 20 certames estão previstos, conforme informações do responsável pelo setor de leilões, Diego Fernando de Arruda Soares.

De acordo com ele, o acertado com os dez leiloeiros oficiais cadastrados no Detran-MS é que para cada leilão de circulação deverá ser lançado também um de sucatas.

Os resultados desses leilões devem ser esclarecidos em um prazo de 10 a 12 meses, a contar do credenciamento dos leiloeiros em abril de 2019, segundo o Detran. Desde 2015, foram realizados 16 leilões e, nos anos de 2016 e 2017, foram entregues 3.670 veículos e 974 toneladas de material ferroso. 

 

Fonte:Assessoria


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas