Banner
Quarta, 13 de Novembro de 2019 - 14:52
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


Mulheres são presas ao tentarem entrar em presídio com 18 smartphones

Data da publicação: 10/09/2019 à00 08:19


Duas mulheres foram presas ao tentarem entrar com 18 smartphones escondidos em duas televisões de 24 polegadas no presídio de Dois Irmãos do Buriti.

Os dois casos foram registrados neste domingo, dia 08 de setembro, durante o horário de visita aos presos. A primeira mulher, de 46 anos, foi detida com 9 smartphones dentro da TV e uma porção de maconha, que estava diluída em um pacote de erva de tereré. De acordo com a polícia, ela disse que levaria os aparelhos a um irmão.

 

Pouco mais de 1 hora de depois, a segunda mulher, de 48 anos, foi presa com outros 9 smartphones também escondidos em uma televisão. Ela contou em depoimento que levava os aparelhos ao amigo do filho e não sabia que os celulares estavam dentro da TV.

De acordo com Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a entrada de televisores é autorizada por lei. A Agepen informou ainda que os celulares foram descobertos porque as TV´s apresentavam sinais de violação e que um aparelho de raio-x é sempre utilizado em casos da entrada de aparelhos eletrônicos.

A delegada que atendeu o primeiro caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, Duas mulheres foram presas ao tentarem entrar com 18 smartphones escondidos em duas televisões de 24 polegadas no presídio de Dois Irmãos do Buriti.

 

Os dois casos foram registrados neste domingo, dia 08 de setembro, durante o horário de visita aos presos. A primeira mulher, de 46 anos, foi detida com 9 smartphones dentro da TV e uma porção de maconha, que estava diluída em um pacote de erva de tereré. De acordo com a polícia, ela disse que levaria os aparelhos a um irmão.

Pouco mais de 1 hora de depois, a segunda mulher, de 48 anos, foi presa com outros 9 smartphones também escondidos em uma televisão. Ela contou em depoimento que levava os aparelhos ao amigo do filho e não sabia que os celulares estavam dentro da TV.

De acordo com Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a entrada de televisores é autorizada por lei. A Agepen informou ainda que os celulares foram descobertos porque as TV´s apresentavam sinais de violação e que um aparelho de raio-x é sempre utilizado em casos da entrada de aparelhos eletrônicos.

A delegada que atendeu o primeiro caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, disse que a apreensão dos smatphones mostra a ousadia cada vez maior dos criminosos que usam os aparelhos para continuar praticando os crimes.

 

Fonte:Assessoria

Os dois casos foram registrados neste domingo, dia 08 de setembro, durante o horário de visita aos presos. A primeira mulher, de 46 anos, foi detida com 9 smartphones dentro da TV e uma porção de maconha, que estava diluída em um pacote de erva de tereré. De acordo com a polícia, ela disse que levaria os aparelhos a um irmão.

Pouco mais de 1 hora de depois, a segunda mulher, de 48 anos, foi presa com outros 9 smartphones também escondidos em uma televisão. Ela contou em depoimento que levava os aparelhos ao amigo do filho e não sabia que os celulares estavam dentro da TV.

De acordo com Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a entrada de televisores é autorizada por lei. A Agepen informou ainda que os celulares foram descobertos porque as TV´s apresentavam sinais de violação e que um aparelho de raio-x é sempre utilizado em casos da entrada de aparelhos eletrônicos.

A delegada que atendeu o primeiro caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, disse que a apreensão dos smatphones mostra a ousadia cada vez maior dos criminosos que usam os aparelhos para continuar praticando os crimes.

 

Os dois casos foram registrados neste domingo, dia 08 de setembro, durante o horário de visita aos presos. A primeira mulher, de 46 anos, foi detida com 9 smartphones dentro da TV e uma porção de maconha, que estava diluída em um pacote de erva de tereré. De acordo com a polícia, ela disse que levaria os aparelhos a um irmão.

Pouco mais de 1 hora de depois, a segunda mulher, de 48 anos, foi presa com outros 9 smartphones também escondidos em uma televisão. Ela contou em depoimento que levava os aparelhos ao amigo do filho e não sabia que os celulares estavam dentro da TV.

De acordo com Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a entrada de televisores é autorizada por lei. A Agepen informou ainda que os celulares foram descobertos porque as TV´s apresentavam sinais de violação e que um aparelho de raio-x é sempre utilizado em casos da entrada de aparelhos eletrônicos.

A delegada que atendeu o primeiro caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, disse que a apreensão dos smatphones mostra a ousadia cada vez maior dos criminosos que usam os aparelhos para continuar praticando os crimes.

 

 

Os dois casos foram registrados neste domingo, dia 08 de setembro, durante o horário de visita aos presos. A primeira mulher, de 46 anos, foi detida com 9 smartphones dentro da TV e uma porção de maconha, que estava diluída em um pacote de erva de tereré. De acordo com a polícia, ela disse que levaria os aparelhos a um irmão.

Pouco mais de 1 hora de depois, a segunda mulher, de 48 anos, foi presa com outros 9 smartphones também escondidos em uma televisão. Ela contou em depoimento que levava os aparelhos ao amigo do filho e não sabia que os celulares estavam dentro da TV.

De acordo com Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a entrada de televisores é autorizada por lei. A Agepen informou ainda que os celulares foram descobertos porque as TV´s apresentavam sinais de violação e que um aparelho de raio-x é sempre utilizado em casos da entrada de aparelhos eletrônicos.

A delegada que atendeu o primeiro caso, Nelly Gomes dos Santos Macedo, disse que a apreensão dos smatphones mostra a ousadia cada vez maior dos criminosos que usam os aparelhos para continuar praticando os crimes.


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas