Banner
Domingo, 13 de Outubro de 2019 - 23:59
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


PRF apreende R$ 25 milhões em cocaína escondida em carga de milho

Data da publicação: 19/09/2019 à00 15:58


A Polícia Federal Rodoviária apreendeu na madrugada desta quinta-feira (19) uma carga de 232 tabletes de cocaína pura, sem mistura, em um total de cerca de 250 quilos, escondidos em uma carga de milho, em Dourados. Ao todo, o valor da droga poderia chegar a R$ 25 milhões no mercado internacional de drogas. O destino era o Porto de Santos (SP), de onde seria levada para distribuição na Europa (veja o vídeo da apreensão no final da reportagem).

A ação ocorreu durante fiscalização de rotina da equipe no Km-7 da BR-463. O caminhão era conduzido por um homem de 40 anos, morador em Cascavel (PR), que não teve a identidade revelada.

Segundo a ocorrência, a cocaína estava escondida no fundo falso da carroceria da carreta que transportava milho a granel com destino a Maringá (PR).

Depois de descarregar o milho, o caminhoneiro pegaria outra carga lícita em Maringá e seguiria até o porto paulista. Ele negou saber da cocaína, mas foi preso e foi autuado em flagrante na Polícia Federal de Dourados.

No fundo falso da carreta com placa de Santa Catarina foram encontrados pelo menos 250 quilos de cocaína. A droga ainda não foi pesada. Levando em conta o valor aproximado de US$ 5 mil dólares para cada quilo no Paraguai, a carga custou pelo menos R$ 6 milhões no país vizinho.

O condutor declarou que não sabia da existência do ilícito no caminhão. Disse também que viajaria até Maringá (PR) para entregar o milho, depois receberia outra carga para viajar até Paranaguá (PR). Pelo serviço de transporte, receberia R$ 2 mil. Ele disse também ser proprietário da carreta desde novembro de 2018, e que trabalha como caminhoneiro desde 2008.

De acordo com o delegado chefe da PRF em Dourados, Waldir Brasil, de janeiro até o momento, foram apreendidos 3.250 quilos de cocaína na região, mais da metade das 6 toneladas interceptadas em todo o Estado. "O grande número se deve principalmente pela atuação das facções criminosas nas regiões de fronteiras do Estado (com Paraguai e Bolívia)", disse.

Ou seja, até aqui no ano, Mato Grosso do Sul viu 23,1 quilos de cocaína serem apreendidos por dia, na média.

Foi a segunda apreensão de destaque de cocaína na cidade em menos de 24 horas.

Ação conjunta entre PF e PRF apreendeu na tarde de ontem (18), 40,9 quilos de pasta base de cocaína, escondidos em GM Cobalt em Dourados. A droga, avaliada em R$ 800 mil seria levada Brasilândia e o motorista, um marqueteiro de 24 anos, foi preso em flagrante.

OUTRAS APREENSÕES

Nos últimos dias, ações integradas têm sido realizadas em todo o estado para coibir traficantes que tentam atravessar as regiões fronteiriças para comercializar o entorpecente. Só nesta semana, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) em conjunto com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) desmantelaram um círculo de traficantes que refinavam e distribuiam cocaína em MS e SP.

Em junho deste ano, o Gaeco também fechou um laboratório de refino de cocaína no Jardim Radialista, em Campo Grande. Na ocasião três pessoas foram presas e 35 quilos de cocaína foram apreendidos. 

https://youtu.be/E65Xt2lInoA

 

Fonte;Assessoria


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas