Banner
Sexta, 13 de Dezembro de 2019 - 02:03
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757

Notícias


Comerciante ameaça travesti após ela recusar ser a ‘ativa’ em programa

Data da publicação: 03/12/2019 à00 13:23


Adilson Domingos

Um comerciante de 39 anos acabou preso em Dourados, depois de se passar por policial e ameaçar uma travesti de 21 anos com armas falsas por ela ter se recusado a fazer o papel de ativa durante o programa sexual.

O suspeito tinha feito o uso de cocaína e protagonizou um bafão em um motel da cidade. Ele ameaçou a Polícia Militar e insistiu que era Policial Civil, chegando a citar leis e dizer que conhecia juízes.

De acordo com o site Tá Na Mídia Naviraí, o suspeito é diretor de uma loja de Dourados e portava duas armas de brinquedo. Ele se apresentou como policial para a travesti e negociou o programa a R$ 500.

A travesti contou que os dois foram a um motel e, depois de realizar parte do programa, o comerciante cheirou cocaína e pediu para ela ser ativa na relação sexual. Ela se recusou e ele ficou furioso, passando a fazer ameaças. A travesti gritou por socorro e a PM foi acionada.

O homem foi abordado e se negou a vestir roupas indo nu no compartimento de presos. Ele foi encaminhado a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados, onde o caso foi registrado.

 

Fonte:Assessoria


Busca
Vídeos
Último evento
Entrevistas