Mais de duas mil pessoas já foram atendidas nas Ações de Saúde da UCP

Professores e estudantes de medicina participam dos atendimentos realizados em comunidades carentes do Paraguai

Mais de duas mil pessoas já foram atendidas nas Ações de Saúde da UCP

De acordo com levantamentos do Departamento de Extensão da Universidade Central do Paraguai (UCP), somente este ano mais de duas mil pessoas já foram beneficiadas pelo Projeto Ação de Saúde Básica da instituição. 
A caravana da UCP já esteve nos municípios de Pedro Juan Caballero, Capitan Bado e Zanja Pytã no Departamento de Amambay e até o final do ano os atendimentos deve chegar a mais comunidades pelo menos uma vez por semana de acordo com o calendário estabelecido pelo Departamento de Extensão Universitário da UCP. 
Durante a presença da UCP nas comunidades são feitos atendimentos em saúde básica, a marcação de exames e diagnósticos nas clinicas da universidade e a distribuição de medicamentos prescritos pelos professores doutores que são acompanhados pelos estudantes de medicina. 
“Sempre priorizamos as comunidades carentes que dificilmente tem acesso a saúde publica e para muitas pessoas acaba sendo a primeira consulta com um profissional de medicina em vários anos”, disse a responsável pelo projeto, professora Wencelaa Vargas. 
Hoje o trabalho dos profissionais dos médicos da Universidade Central do Paraguai (UCP) é reconhecido como um dos maiores projetos de saúde pública no interior do país e o Projeto de Ação de Saúde Básica, criado pelo CEO da instituição, Carlos Bernardo é requisitado pelos prefeitos e secretários de saúde dos municípios paraguaios, desafogando a demanda das prefeituras locais. 
“Com este projeto fazemos medicina olhando para o lado social e atendendo a necessidade de nossos universitários em conhecer a realidade do dia-a-dia de uma profissional médico. É uma via de mão dupla onde todos são beneficiados e ajudamos as prefeituras a manter um atendimento de boa qualidade no setor de saúde. Com o passar dos anos vamos ampliar o projeto e colocar novas especialidades como a presença de odontólogos e nutricionistas, melhorando com isso a qualidade de vida de paraguaios e brasileiros que moram na área de atuação da UCP em nossa fronteira e em outros departamentos do interior do Paraguai”, disse Carlos Bernardo. 
Somente em 2022 centenas de pessoas foram beneficiadas pela Caravana da Saúde da UCP.