Banner
Domingo, 23 de Julho de 2017 - 12:52
Jornalista Resp.: Cezar Miranda - Diretor: Karlos Bernado - Telefone: (67) 9677-0757
UNIVERSIDAD CENTRAL DEL PARAGUAY

Notícias


Chuva alaga salas em Ceinfs e escolas e aulas são suspensas

Data da publicação: 20/04/2017 à00 09:20


Pelo menos duas escolas municipais e dois Centros de Educação Infantil (Ceinfs) no Jardim Canguru e na Moreninha IV, em Campo Grande, tiveram salas de aula tomadas pela água da chuva que caiu na cidade ontem. As aulas na Escola Municipal Arlene Marques Almeida, no Jardim Canguru, foram suspensas e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) ainda não informou quando serão retomadas.

Nas Moreninhas, os Ceinfs Maria Oliveira Lima e José Carlos de Lima tiveram parte dos prédios alagados. O Ceinf José Carlos fica em frente a outra unidade, a Escola Municipal José Mauro Messias da Silva - Poeta das Moreninhas -, que também sofreu os efeitos da forte chuva que atingiu a região sul da cidade ontem. “A água inundou tudo, mas conseguimos limpar durante toda a noite e madrugada”, afirmou uma funcionária da escola, que pediu para não ter o nome divulgado.

No Ceinf Maria Oliveira Lima salas de aula continuam interditadas hoje (20) e algumas turmas precisaram ser unificadas para que as aulas não fossem suspensas. “Unimos uma ou mais turminhas e lotamos uma sala. É o jeito, pois várias salas não tem como usar”, afirmou servidora da unidade, que também pediu para não ter o nome divulgado.

A chuva que caiu na cidade ontem (19) teve o ápice durante aproximadamente 50 minutos, quando de acordo com o meteorologista Natálio Abrão Filho, atingiu 149 milímetros. Durante a tempestade, a Avenida Gury Marques, que dá acesso as Moreninhas, teve o trânsito parcialmente interrompido. Condutores tiveram que parar ao logo da via, que ficou parcialmente submersa pela água e uma caminhonete que caiu na lateral da via, precisou ser resgatada por trator.

Na Rua Catiguá, na região do Jardim Canguru - onde fica a Escola Municipal Arlene Marques Almeida -, a via também foi inundada e uma ponte submersa devido ao transbordamento do córrego Bálsamo, que passa no local. Houve congestionamento na BR-163, na saída para São Paulo, e no Anel Rodoviário até o início da noite de ontem.

Fonte:Assessoria.